/whois mr.robot

9

“<mr. robot> Olá, amigo!”; é assim que se inicia a mais recente série da USA Network, Mr.Robot, que foi ao ar no dia 24 de junho. A saga acompanha Elliot Alderson (Rami Malek), um engenheiro de cibersegurança que trabalha na Allsafe Security durante o dia, e durante a noite atua como hacker “white knight” como uma forma de se conectar à sociedade, amenizando sua profunda solidão. Elliot sofre de transtorno de ansiedade social e, de tempo em tempo se torna extremamente triste. O espectador é convidado a entrar na mente do personagem principal, onde se desenvolve boa parte da narrativa através do voice-over de Malek. Este recurso é primorosamente usado pelos roteiristas, fazendo com que você entenda, ainda que parcialmente, a confusa e atordoada mente do protagonista.

Mr.-Robot

Logo no início somos apresentados ao personagem título, Mr. Robot. Um misterioso hacker anarquista (Christian Slater) que parece perseguir Elliot com o intuito de recrutá-lo para a F Society (Fuck Society), um grupo hacker que almeja quebrar o sistema monetário global atacando o conglomerado E Corp, uma espécie de mistura entre Apple, Monsanto e Banco Mundial, assim quitando as dívidas de toda população.

Os pontos fortes da série são, além da história rica e fiel à cultura hacker, a fotografia visivelmente inspirada na técnica e visão estética impecáveis do diretor americano Stanley Kubrick (“The Shining” e “2001, A Space Odyssey”) e a trilha sonora pontual, que nos guia por cenas tensas e narrativa carregadas de reviravoltas.

image-1024x587

Elliot, assim como seu antagonista, Tyrell Wellick, vice-presidente senior da E Corp, é um personagem denso e perturbado, como vamos ficando à par conforme a história se desenrola. Este é outro ponto forte da série; a personalidade de cada personagem funciona como um labirinto criptografado por algoritmos consistentes, que precisa ser quebrado aos poucos, revelando peça por peça o quebra-cabeça da trama carregada de referências à cultura hacker, cyber punk, e ficções científicas de grandes autores como Isaac Asimov, Philip K. Dick, Arthur C. Clarke, e Willian Gibson.

MR. ROBOT - "ones-and-zer0es.mpeg" Episode 102 -- Pictured: (l-r) -- (Photo: David Giesbrecht/USA Network)

O fim da primeira temporada de Mr. Robot deveria ter sido exibido no dia 26/8 mas, por uma triste coincidência, no mesmo dia em que seria exibido o final, a jornalista americana Alison Parker e seu câmera, Adam Ward, foram baleados em uma transmissão ao vivo pelo seu ex colega de trabalho, Bryce Williams, que se matou em seguida. Por conter cena semelhante ao caso ocorrido a USA Network, parceira da emissora CBS (para quem Alison e Adam trabalhavam) decidiu adiar o Season Finale para o dia 02/9, na última quarta feira, em sinal de respeito às vitimas.

A espera não foi em vão, e entregou o que os espectadores esperavam ver desde o final do primeiro episódio. Por ser tratado como um amigo imaginário de Elliot, o espectador sente a mesma sensação de esquizofrenia e desvelação que o protagonista transmite a cada nova informação jogada na trama por Sam Esmail, criador da série e diretor de 3 dos 10 episódios da primeira temporada.

A série foi renovada para uma segunda temporada, tendo atingido picos elevados na audiência americana a cada novo episódio exibido. Ganhou 98% de aprovação no Rotten Tomatoes, e 9,1 no IMDb.

mrrobot_aspot_s_110_fullep1_2880x1620

Se você é aficionado por cultura hacker e cyber punk, ou mesmo fã de ficção científica com os dois pés calcados na realidade, assista à Mr. Robot, com sua narrativa impecável, atuação ímpar, e representação totalmente plausível do ponto de vista técnico (inclusive recebendo aprovação do grupo hacker Anonymous).

Com certeza a melhor série do ano!

Comentários

comentários

Meu nome é Alessandra Mess, sou formada em Design com Habilitação Visual e Ênfase em Marketing pela ESPM e idealizadora da página www.workingmachine.nu. Sou apaixonada por moda, beleza, comportamento, gastronomia, internet, café, fotografia, gatos, hip hop e cerveja artesanal. O Working Machine é um cantinho na internet com tudo aquilo que movimenta e inspira meu trabalho!

Comentários9 Comentários

Deixe uma resposta